domingo, 28 de março de 2010

Greenpeace versus Nestlé


“Peça à Nestlé para dar um tempo às florestas” é o lema do novo vídeo do Greenpeace, uma campanha viralizada na internet com o objetivo de convencer a Nestlé a cancelar as compras de óleo de palma da Sinarmas, maior destruidora de florestas da Indonésia.
Segundo a organização, a Sinarmas está devastando a vegetação nativa com o objetivo de criar áreas para o plantio das palmeiras utilizadas na fabricação do óleo comprado pela fabricante de chocolates para produzir o Kit Kat. O Greenpeace afirma ainda que além de poluir o ar e de prejudicar os habitantes locais, o plantio das palmeiras também está acelerando a extinção dos orangotangos.
Segundo o que foi divulgado pela Agência Estado, a Nestlé pretende cancelar os contratos com a empresa da Indonésia, mas pediu ao Greenpeace que retirasse o vídeo (que não é nada agradável de se assistir, mas funciona) da internet.

E o que você achou do vídeo? Aprova a ideia? Assista e deixe um comentário com a sua opinião.


video





texto :by Fernando williams

fonte: greenpeace

terça-feira, 23 de março de 2010

Sobre passagens de avião e uma palheta pra tocar teu melhor instrumento de corda


"E Deus está escrevendo certo pelas nossas linhasque se não fossem tão tortas, não teriam se cruzado."-Caio F.
Duas xícaras de café':- vi tua camisa molhada e descobri que não sei de quantas glórias o teu suor é feito.E sempre todas essas crianças ao teu redor, quantos filhos você tem coragem de fazer?Tantas cartas de amor na mão, outras tantas guardadas numa velha caixa de sapatos escondida no guarda-roupas, quantos amores você realmente mereceu?Aquele rock pirado, com arranjos de campainhas, sirene, rabeca e gritos, porque toca no teu quarto mas você não leva ao palco?E com tantos planos, por tanto dinheiro, tantas milhas mundo afora, pra dentro de si, quais dos teus planos deram certo?Pra ser inteiro, ser sincero, pintar na tua camisa, dar um grito, as expressões que carregam as linhas do teu rosto, sem substantivos nem desculpas vagas, teus verbos pra conjugar em primeira pessoa, as pieguices pra puta que pariu, de que verdades você é feito?

segunda-feira, 8 de março de 2010

Mães....

Mãe: Alô?
Filha: Mãe? Posso deixar os meninos contigo hoje à noite?
Mãe: Vai sair?
Filha: Vou.
Mãe: Com quem?
Filha: Com um amigo.
Mãe: Não entendo porque você se separou do teu marido, um homem tão bom...
Filha: Mãe! Eu não me separei dele! ELE que se separou de mim!
Mãe: É... você me perde o marido e agora fica saindo por aí com qualquer um...
Filha: Eu não saio por aí com qualquer um. Posso deixar os meninos?
Mãe: Eu nunca deixei vocês com a minha mãe, para sair com um homem que não fosse teu pai!
Filha : Eu sei, mãe. Tem muita coisa que você fez que eu não faço!
Mãe: O que você tá querendo dizer?
Filha: Nada! Só quero saber se posso deixar os meninos.
Mãe: Vai passar a noite com o outro? E se teu marido ficar sabendo?
Filha: Meu EX-marido!! Não acho que vai ligar muito, não deve ter dormido uma noite sozinho desde a separação!
Mãe: Então você vai dormir com o vagabundo!
Filha: Não é um vagabundo!!!
Mãe: Um homem que fica saindo com uma divorciada com filhos só pode ser um vagabundo, um aproveitador!
Filha: Não vou discutir, mãe. Deixo os meninos ou não?
Mãe: Coitados... com uma mãe assim...
Filha: Assim como?
Mãe: Irresponsável! Inconseqüente! Por isso teu marido te deixou!
Filha: CHEGA!!!
Mãe: Ainda por cima grita comigo! Aposto que com o vagabundo que tá saindo contigo você não grita.
Filha: Agora tá preocupada com o vagabundo?
Mãe: Eu não disse que era vagabundo!? Percebi de cara!
Filha: Tchau!!
Mãe: Espera, não desliga! A que horas vai trazer os meninos?
Filha: Não vou. Não vou levar os meninos, também agora não vou mais sair!
Mãe: Não vai sair? Vai ficar em casa? E você acha o que, que o príncipe encantado vai bater na tua porta? Uma mulher na tua idade, com dois filhos, pensa que é fácil encontrar marido? Se deixar passar mais dois anos, aí sim que vai ficar sozinha a vida toda! Depois não vai dizer que não avisei! Eu acho um absurdo, na tua idade você ainda precisar que EU te empurre para sair!
(Luis Fernando Verissimo)

sexta-feira, 5 de março de 2010

Esquisita

...
Os últimos dias têm sido um pouco esquisitos...

Esquisito é o único adjectivo que encaixa mais ou menos nos últimos dias, porque não encontrei ainda outro melhor para o definir.

Sinto-me esquisita.

Tenho momentos em que faço coisas que nunca imaginei ser capaz. Não que nunca tivesses nas minhas ideias mais malucas imaginado faze-las mas dai a faze-las…

E isso se por um lado tem contribuído para a minha de que vivo no limiar ténue entre a loucura e a razão, tem-me também feito sentir muito bem.

Finalmente tenho conseguido a muito custo arrancar a minha alma dos destroços de uma vida numa sociedade castradora, de uma vivência castradora, e de auto-punição. É uma alegria começar a respirar em pelemos pulmões. Saber que agora estou aqui, a amanhã estarei ou não, pois o futuro é o que ainda se pode fazer, o que se pode mudar o que se criar… E aí reside a aventura da vida.



Let’s Play!





video